D/Z – Dossiê Zelite

Informação teórica sobre a riqueza + Etnografia dos ricos

TWR – Você se casaria por dinheiro?

with one comment

O post abaixo, publicado em dezembro de 2007 no TWR, explora uma pesquisa feita nos EUA sobre como as pessoas vêem a questão do golpe do baú. Interessante como os paradigmas da Psicologia Evolutiva funcionam: homens são muito mais baratos que mulheres, e mulheres novas são muito mais caras que velhas (a exceção das mulheres de 40 anos deve ser mais bem explicada – eu tenho uma hipótese: nessa idade, a percepção de dinheiro é muito mais aguçada, e elas sabem que os possíveis parceiros também têm recursos). Novamente, é lamentável que pesquisa semelhante não exista no Brasil. Como será que pensam nossos compatriotas?

Casar por dinheiro é uma idéia repulsiva. Nós devemos nos casar por amor. Nós devemos procurar por nossa alma gêmea. Ou, pelo menos, é isso o que o cinema nos diz.

A realidade é um pouco mais complicada. A explosão do número de milionários e bilionários na década passada trouxe oportunidades sem precedentes para alpinistas sociais, colocando em evidência o assunto dos casamentos por dinheiro.

Na minha [do Frank] coluna impressa de hoje, eu mostro uma nova pesquisa em que se pergunta aos estadunidenses a seguinte questão: “Quanto você estaria disposto(a) a se casar com uma pessoa de aparência mediana de quem você gosta, se esta pessoa tivesse dinheiro?” Essa pergunta foi feita para 1.134 pessoas com renda anual entre US$30mil e US$60mil – bem no centro da renda média dos estadunidenses.

Metade dos homens e dois terços das mulheres pesquisadas disseram que estariam querendo “muito” ou “extremamente”. Em outras palavras, enquanto os estadunidenses dizem que se casam por amor, a maioria está querendo casar por dinheiro.

Mas qual é o preço deles?

Aqui é onde a pesquisa fica interessante. Em média uma pessoa precisa de US$1,7milhões para se interessar em se casar com alguém.

Para as mulheres, o preço muda com a idade. Mulheres na casa dos 20 anos são as que têm o preço mais alto: US$2,5milhões. Mulheres na casa dos 30 querem US$1,1milhão, mas os preços sobem novamente para US$2,2milhões quando elas atingem os 40.

Os homens são mais baratos, não importa a idade: eles querem por volta de US$1milhão.

É claro que casar por dinheiro traz um casamento e uma vida ruins. O que explica por que a maioria dos que disseram que se casaria por dinheiro também disse que não se importaria se ele acabasse. Nada menos que 71% das mulheres da faixa de 20 anos que disseram que se casariam por dinheiro também têm a expectativa de se divorciar desta pessoa.

Na nossa era mercenária, com uma diferença crescente entre os ricos e todo o resto, não é surpresa que o casamento se tornou mais uma transação comercial do que um compromisso. Não importa que os casos da Britney Spears e Kevin Federline, ou do Paul McCartney e Heather Mills, o dinheiro (quanto, quem fica com o quê) parece ser o motivador, ou pelo menos o resultado final.

About these ads

Written by Raul Marinho

27/05/2009 às 16:20

Uma resposta

Assinar os comentários com RSS.

  1. [...] simplesmente tem recursos “de fábrica” (são herdeiros), outros ganham na loteria, e alguns se casam com milionários, mas esses tipos de rico compõem uma minoria. Por incrível que pareça, a maior parte da zelite [...]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: